Quem somos

30 de set de 2008

Nafitalina

Lembra daquelas bolinhas brancas que as bisavos usavam nos banheiros, para tirar mofo das roupas ou sei la algo parecido??

Esse e o cheirinho favorito dos Indianos nos Hoteis, em todos os cantos do banheiro, corredor e quarto agente encontra aquelas bolinhas... hum...
Dificil e praticar com esse aroma... fica no nariz a cada respiracao...
Espero me acostumar soon.

Nossos nomes Hindus


Sian, o motorista que esta nos acompanhando hj, para facilitar a comunicacao nos colocou alguns apelidos:
Miss Guruji
Miss Coffee
Miss Whisky Bite

Nao sei se estamos deixando o Tiozinho maluco ou ele que esta nos enlouquecendo :)

From Delhi to Agra

Sem duvida o dia mais dificil de toda a viagem...
Foram 5 horas de carro, balancando para todos os lados... eu que sofria da poluicao em SP e nem imagina que existia situacoes muito muito piores, dificil de respirar mesmo.
Transito, loucura geral!! Se eu tiver a oportunidade de dirigir aqui, com certeza sera a maior aventura da minha vida: pessoas, carros, onibus escolares e regulares intupidos de pessoas - tipo saindo pelas janelas, camelos, elefantes, rickshaws, bicicletas, cabras, domadores de cobras e macacos implorando por uma moedinha, tratores, motos sempre com 3 indianos em cima - super sanduba!! Quase indescritivel... todos cortando a frente um do outro, buzinando como loucos... 1 indiano por metro, senao mais...
Ufa chegamos!!!
Demos ma voltinha na cidade, comidinha indiana, hotel e cama... amanha e dia de Taj Mahal e depois em direcao a Khajuraho.

Desculpa a falta de pontuacao... mais aqui na existe esses detalhes

29 de set de 2008

BARULHO

O que nos impressionou em Amsterdam foi o silencio da cidade...estava com medo do barulho da India, mas ainda bem que as pessoas aumentam bastante...claro o meio de comunicacao aqui e a busina, but not that bad...

Chegar foi um susto...





Embarcamos em Frankfurt felizes, empolgadas e prontas para a aventura.
O voo apesar de tranquilo, ja nos mostrou a diferenca de cultura que estavamos prestes a viver: passageiros mais agitados, barulhentos, impacientes, com cheiro forte de curry e criancas barulhentas; a paisagem humana foi do loiro alto de olhos claros para a pele marrom escura de olhos negros profundos e brilhantes, curiosos com nossa presenca.
O horario de chegada era meia noite... horario normal dos voos internacionais, o por que nao sei ainda.
Ja no embarque recebemos o choque de temperatura, as senhoras pedindo moeda no banheiro e o primeiro e talvez maior perrengue de todos: e agora, para onde vamos??
Bom, dizem que Ganecha coloca obstaculos e quando estamos prontas para vence-lo ele mesmo retira... well, aconteceu!!
Falta de informacao, indianos nos puxando de um lado para outro, as 3 baratas tontas perdidas de cansaco e tontas com o calor e o povo... mas perrengues aparte conseguimos um hotel, pre paid taxi e la fomos nos.
Bright Hotel, a Marza vai falar dele e colocar imagens... certamente imperdiveis, pois tenho certeza que nem meu pai, o mais desapegado e largado dos seres humanos que conheco acreditaria que eu passei a noite la, talvez ele nao tivesse essa coragem. Claro, com saco de dormir, luz acessa e coracao batendo forte.
Um momento inesquecivel da minha vida, sem duvida!!
No mais, entre todas as trapalhadas indianas e com o Universo a nosso favor, encontramos um travel agency que nos direcionou muito legal.
Nosso guia, o Sono, foi super competente, atencioso e gente boa.
Mudamos de hotel, apenas por uma noite e amanha cedo vamos em direcao a Agra.

Para deixar um feedback tambem da minha condicao fisica e externa neste momento... apesar de ainda estar me adaptando, me sinto em casa... porem cansada das informacoes, melada do calor e muita muita fome.

Tenho que agradecer e muito a Marza e a Eti por estarem me acompanhando neste momento... de coracao e alma, obrigada mesmo!!!

27 de set de 2008

Getting ready






"A Índia realmente é a terra dos sonhos e romances...
é um país de centenas de nações e idiomas,
de milhares de religiões e Deuses,
o berço da Humanidade, o lugar de nascimento da fala humana,
mãe da história, avó das lendas e bisavó da tradição."

Mark Twain

Time to go

Acordamos já com aquele ar de quem tem que se despedir, depois de tanto agito: check out. Hora certa de ir mesmo... agitamos, curtimos, comemos super bem, pedalamos muito.. aliás ontem foi dia de bike, andamos com ela all day... saudades da Laranjinha já, só não do banco.
Ah, ontem tivemos um pequeno contratempo com a máquina fotográfica, por isso não postamos imagens.
Agora o destino é Frankfurt, Alemanha... mas a intenção é de baixar a adrenalina e começar a colocar Foco na Índia... interiorizar!!
Estar em Amsterdan esses dias foi uma grande benção, vivemos realmente o presente, todos os momentos foram especiais e profundos... muita teoria teoria teoria... caminhamos em busca da prática agora, 99% prática e 1% teoria, assim diz Patthabi Jois.
Vamos mudar o cenário, da bagunça ética dos Holandeses para o caos dos Indianos.
Espero ter conexão fácil para postar sempre mais novidades!!

25 de set de 2008

Em tudo que eu faço, existe um pq...

Um belo dia resolvi mudar
E fazer tudo o que eu queria fazer

Me libertei daquela vida vulgar
Que eu levava estando junto a você
E em tudo que eu faço
Existe um porquê

Eu sei que eu nasci
Eu sei que eu nasci pra saber

E fui andando sem pensar em voltar
E sem ligar pro que me aconteceu
Um belo dia vou lhe telefonar
Pra lhe dizer que aquele sonho cresceu
No ar que eu respiro, uu
Eu sinto prazer
De ser quem eu sou
De estar onde estou
Agora só falta você

Peculiaridades

Amsterdan é charmosa pelas suas diferenças:
* Escadas ingrimes;
* Degraus misnusculos;
* Portas Pesadas;
* Coffee Shops;
* Prostitutas para todos os gostos e sabores;
* Por dois euros, você escolhe o tipo que casal que quer assistir;
* Museus, desde de Van Gogh, Hemp and sexy Museum;
* Bicicletas desorientadas e éticas;
* Suco de pera;
* Por 0,50 centavos você pode usar banheiros de qualquer restaurante. detalhe, na balada isso funciona tb para clientes... everyone has to pay it.
* Frase "You can always do whatever you want", Here is FREEDOM, you know?
* Pessoas gentilmente mal humoradas, rudes, educadas e muito Bonitas;
* Construções de tijolinhos por todos os lados;
* Pedestres locais e turistas, bicicletas, carros, trens e ônibus se revezando nas estradas malucas da cidade...

Tudo isso faz de Amsterdan simplesmente inesquecível!!

Night


Quando voce bebe muita cerveja, seja ela qual for, sao ativados certos sistemas no nosso corpo, como por exemplo o sistema urinário...e dentro de uma night voce precisa usar o toilete várias vezes, já que voce ingere muita cerveja...e várias vezes aqui em Amsterdam temos que pagar 50 centavos de euro para usá-lo...nao contávamos com esses custos...

Transito




Nossa, nunca sabemos se estamos na calcada, na ciclovia, na rua...um caos ético, uma bagunca organizada, usa-se businas (com certeza nem se compara com a Índia), mas sem alteracao de vozes, por causa da bicicleta que tirou um fino do pedreste que quase tirou um fino do carro...mas depois de experimentarmos um dia de bike como meio de transporte, percebemos que de certeza é o melhor meio de transporte que se pode adotar...muito mais do que politicamente correto, faz parte de um estilo de vida que preza pela liberdade...




Leis

Vocë pode fumar maconha ou comer um cogumelo dentro dos coffee shops, mas náo pode jamais ir contra a lei e fumar um cigarro (tabaco)...ah e nem bebidas alcoólicas...se náo pode ganhar uma bela multa...

HOTEL PRINCESS





Uma boa indicacao...barato, muito confortável e gostoso de ficar...

HAPPY FEELINGS

Bring a smile to your life!!!






As aulas continuam...


Depois do almoço Italiano... a próxima lição do dia foi no jantar Indiano.
O garçon nos perguntou qual ponto turístico estavamos indo.
Kaká: We don`t know where yet...
Marza: Where should we not go?
Garçon: :) You can always go anywhere anytime... That's your life, ENJOY IT!! It`s a short life you know...

O cúmulo da Paixáo...


...apaixonar-se por um cara ~morto~...minha amiga Kaka disse: Me apaixonei por ele do jeito que ele é...aih, cada um com seus problemas...

24 de set de 2008

Somos todos Um


Hoje almoçamos em um restaurante Italiano, super charmoso, comida boa e garçon italianíssimo brincalhão e simpático.
Entre a refeição ele fez mágicas, boas por sinal, rolou até ilusão de ótica...
No meio de toda a conversa ele soltou a belíssima frase:
"No auge dos meus 25 anos eu achava que era diferente de todo mundo. Entretanto, agora que estou mais velho, percebo que somos todos iguais".

Bom, levei alguns minutos para digerir as palavras deles...
We are all the same, mas cada um com seus probleminhas sempre :)

CADA UM COM SEUS PROBLEMAS...

All we wanna do

...all I wanna do is having some fun
I got a feeling I`m not the only one...

Depois de dois dias de aeroporto, merecemos um pouco de diversão e barulho.
Amsterdan é simplesmente linda...
Sempre quando chego em um país diferente falo: "Quero morar neste lugar", e é claro que não deixei de repetir quando cheguei aqui.
Bicicletas por todo lado. Sabe aquelas bikes barra forte moderninhas? São assim as bicicletas por aqui... super charmosas com Homens engravatados e mulheres de salto alto pilotando. Amei, e claro quase fui atropelada por elas várias vezes.
As pessoas são super bonitas e simpáticas, engraçadas...
Estamos hospedadas no Princess Hotel, fomos recepcionadas por um Pakistanês, que confesso... conseguiu me deixar 'quase nervosa'...
Saimos para jantar comida Indiana, irônico né... mas a cerveja optamos pela heineken, para entrar no clima da cidade!
Depois do jantar, sem grandes intenções fomos para baladinha... Olha, curti a brincadeira, repertório bem variado, DJ doidão, foi de Britney Spears "I love Rock in Roll" a ACDC.
A Marza está postando as fotinhos de todos esses momentos...

Dica: Vegetarianos, peçam sempre refeição Veggie no avião, é gostozinha e chega primeiro. Pode pedir vegan ou apenas sem lactose também.

Show de aeroporto..


Depois de 2 dias de aeroporto, aturando a atendente estressada da TAM (cada um com seus problemas), sobrevivemos muito bem, quer dizer, ainda náo conseguimos dormir o suficiente, mas thats ok...AMSTERDAM é o máximo!!

Foto: Marza Tozo

21 de set de 2008

Nossa jornada em busca de LIBERDADE


Em breve estaremos na Índia, desbravando a 'Terrinha' de norte a sul... vivênciando as paisagens, povos, rituais, culinária, enfim, mergulhando na cultura do País.
Buscando além de aventura, arte e diversão, O CONHECIMENTO!!

Mega



Galerinha Mega... minha segunda família predileta!
Vou sentir saudades de todos vocês... treinos, competições, risadas, brincadeiras.
Como diria nosso filósofo André "Todos sempre Unidos, sem dúvida nosso maior troféu".

Para os Megas Havaianos... divirtam-se!
Os Megas Manezinhos... Oh, os treinos de final de semana heim.
Tia, obrigada por tudo vc é demais.
Ah, Adri, cuida do meu Maninho heim... bota ele para correr no Mountain Do, D+ a iniciativa.
Carolzinha... vai que vai Guria!!
Lú, cadê vc?
Beta, guarda meu presentinho para o Natal :)
Gorete, Simone, Gigi, Alê, Anne... qdo eu crescer quero ser assim como vocês (ich, espero não ter esquecido de ninguém).
Cuca, cadê a alegria torcida??
Lis, cuida da galera heim...
Tati... coloca a loira para correr.
Bom, tem meninos nesta equipe tb né... Mário, Zé, Escobar, André, Denilson... e todos e todas mais...
Muitos beijos no coração

Saudades



Saudades já da super Família Predileta!!
Fidel, o dog mais Yogui e lindo do planeta.
Lula, Pai e Mãe... AMO VOCÊS SEMPRE.
Obrigada por apoiar, incentivar e principalmente acreditar nas minhas maluquices e aventuras.

GoodBye



Obrigada cunhados e co-cunhadas pela "boa viagem" e pela amizade!! Volto logo para pegar no pé do Guga!!

20 de set de 2008

Despedidas...



Segunda-feira decolamos vôo rumo ao desconhecido...

Foto: Marza Tozo

Let's Rock



Só mesmo um bom e velho Rock in Roll para segurar todos aqueles sentimentos pré viagem, aventura!!
John Bull, 17 de setembro - um super projeto liderado pelas principais bandas de Rock da Floripa: Banda X, Os Berbigão, CODA, Panela Rock, Banho de Lua, Black Jackie, Beterrables, Banda Old, Sallamantra, Classic Rockers e Funkzila.
Meninos valeu a balada, todo repertório, dedicação, interação e com certeza amor...


Sabe quando você chega em casa com aquele super cheiro de cigarro na roupa, cabelo... cansada tem que tomar banho... fome, pé doendo do salto, uma lista imensa de coisas para fazer no outro dia e você tem apenas 4 ou 5 horinhas para dormir... tudo parece imperfeito, mas apenas parece... O sorriso no rosto diz o quanto o Rock in Roll estava perfeito.

Foto: Elton Marinho
www.projetorock.com.br

Vai uma Heineken??



Sendo graduada em Turismo, lembro de ter feito trabalhos sobre alguns países... claro que Holanda e Índia, sem dúvida foram os mais marcantes, tenho fotos da esposição, lembro dos temas que abordei e tudo mais.
Por coincidências do destino, eis aqui nossa próxima Trip: Amsterdan e Índia juntinhas.
Well, frio na barriga, mochila pronta, quase nada dentro... não é fácil desapegar dos frufrus de menina, ciclos fechados, despedidas cumpridas, corpo, mente e alma prontos para o que vier.. e que venham todas as experiências..

Enquanto aguardamos o embarque, vale um rock in roll e porque não uma heineken??

Foto: Elton Marinho do Projeto Rock no John Bull em Floripa.

Never be frozen


Kapotásana


Love is a bird, she needs to fly
Let all the hurt inside of you die
You're frozen, when your heart's not open...
Madonna


Foto: Marza Tozo

Medo de quê???

Em uma aula de Vedanta me ensinaram que a raiva é inerente do ser... e que se aprendermos a lidar com ela conscientemente a vida seria muito mais leve e serena.

Depois de ouvir sobre a raiva fiquei pensando no medo, será também inerente??
'não tive coragem de perguntar ao professor', TIVE MEDO... e fiquei a margem da dúvida, até hoje não sei exatamente se sim ou se não... ao menos serviu de lição!

Passei a me observar com mais atenção e, surpresa... sinto medo o tempo todo. Incrível, juro, não sabia que ele era tão presente na minha vida e na de todos nós. Medo de ligar, sair, ousar, trabalhar, dizer que ama, mudar, viajar... enfim, medo de tudo!!
E agora?? Bom, agora tenho que aprender a lidar com ele... se me relacionando bem com a raiva minha existência fica mais leve e serena... me relacionando bem com o medo, posso fazer da minha existência muito mais intensa e emocionante.

Percebendo isso, minha relação com o medo ficou desafiadora... cada vez que sinto um medinho quero ir além. Imagine que o medo é apenas um muro, e tudo que você precisa fazer é atravessá-lo. O tamanho do muro é sua imaginação que constrói. Se alimentar grandes medos, a dificuldade de atravessar é maior, tudo vai depender da enfase que você dará a ele.

Na verdade, acho que o tamanho do medo não importa muito... pois apenas irá determinar o tamanho da coragem... o que vale mesmo é ver o que vem por trás dele... sempre novas experiencias, vivências.Como diria Patthabi Jois "Yoga é 99% prática e 1% teoria".

VIVA ALÉM DO SEU MEDO... EXPERIMENTE-SE SEMPRE!!!

19 de set de 2008

Batalha

Uma noite um velho Índio contou a seu neto sobre uma batalha que acontece dentro de cada um de nós.

Ele disse:
- Há uma batalha entre dois lobos dentro de todos nós.
Um é mau: é a raiva, a inveja, o ciúme, a tristeza, o desgosto, a cobiça, a arrogância, a pena de si mesmo, a culpa, o ressentimento, a superioridade e o ego.
O outro Lobo é bom: é a alegria, a paz, a esperança, a serenidade, a humildade, a benevolência, a empatia, a verdade, a compaixão e a fé.

O Menino pensou por alguns minutos e perguntou:
- E qual Lobo vence?

O velho Índio sorrindo respondeu:
- Aquele que você alimenta.

18 de set de 2008

Será?

"Precisamos aprender a conviver com as limitações naturais da vida. As vezes não conseguir o que se deseja pode ser um golpe de sorte." autor desconhecido


Foto: Marza Tozo

Básico de ser ser humano


Nunca estamos satisfeitos...já dizia Rolling Stones e tantos outros...

I can't get no - satisfaction
I can't get no - satisfaction
'Cause I try', and I try
Yes I try, I try
I can't get no satisfaction
I can't get no satisfaction

Mas aqui estamos nós na nossa busca por contentamento...pelo menos já consigo agradecer todos os dias por todas as coisas dessa minha vida...well, I try and I try and I try...

Depois de paixões...vem o amor....

Amor da minha vida, daqui até a eternidade...
Foto: Marza Tozo

17 de set de 2008

Nature's got me high and it's beautiful


"Corner Of The Earth"

Little darlin' don't you see the sun is shining
just for you, only today
If you hurry you can get a ray on you, come with me, just to play
Like every humming bird and bumblebee
Every sunflower, cloud and every tree
I feel so much a part of this
Nature's got me high and it's beautiful
I'm with this deep eternal universe
From death until rebirth

This corner of the earth is like me in many ways
I can sit for hours here and watch the emerald feathers play
On the face of this I'm blessed
When the sunlight comes for free
I know this corner of the earth it smiles at me

So inspired of that there's nothing left to do or say
Think I'll dream, 'til the stars shine

The wind it whispers and the clouds don't seem to care
And I know inside, that it's all mine
It's the chorus of the breakin' dawn
The mist that comes before the sun is born
To a hazy afternoon in May
Nature's got me high and it's so beautiful
I'm with this deep eternal universe from death until rebirth


You know that this corner of the earth is like me in many ways
I can sit for hours here and watch the emerald feathers play
On the face of it I'm blessed
When the sunlight comes for free
I know this corner of the earth it smiles at me

JAMIROQUAI

Foto: Marza Tozo

Toda vez que dou um passo o mundo sai do lugar

"A competência é ser antenado, é ser capaz de sintonizar, capturar o espírito da época para poder se inserir/interferir na sociedade com a consciência, a leveza e a eficiência necessárias para se realizar e ser feliz.
Assim quem ainda não acionou sua própria antena... não se preocupe: ouça música, viva música, entre na viagem daquele que se permitiu sair do chão e do lugar e por isso viu mais longe, viu mais fundo, viu o todo, viu a floresta, viu a época, emfim; se colocou no risco de se perder e por isso achou aquilo que outros procuram inutilmente porque optaram pela segurança do conhecido."

por Ricardo Guimarães
publicado na Revista Trip, agosto 2008, nº169.

15 de set de 2008

Busca de si mesmo

Arrumando minha pequena mochila para viagem, encontrei uma folha de caderno velha e amassada, fui ler o que estava escrito nela, claro.
Minha letra rabiscada e feia me permitiu entender apenas algumas das frases que eu havia escrito, sei lá há quanto tempo atrás.

'A maior obrigação que tenho comigo é a busca do auto-conhecimento'
'Eu tenho que ter a mim mesma como forma de conhecimento'

Ter como obrigação a busca do auto-conhecimento demanda disciplina, prática, meditação.. enfim, requer ENTREGA.
Ser eu mesmo a fonte do conhecimento, passo a ser meu principal objeto de estudo, Svadhyaya - observação constante de si próprio, ações, emoções e sensações, estar atento a todo momento.

Muitas vezes nosso 'estado de yoga' fica esquecido no tapetinho, terminamos a prática, enrolamos o mat e junto com ele nossa consciência. Deixamos junto todos os Yamas e Nyamas e nos perdemos na rotina diária da vida. É importante lembrar que o Yoga vai além do mat, além do Ásana... vai no que temos de mais profundo, nossa Alma.

Observar sempre as ações e pensamentos refina nossa vida por completo. Nos tornamos mais cuidadosos, sensíveis e puros... e acima de tudo, cada momento em que estamos em constante atenção, estamos sempre aprendendo mais e mais sobre nós mesmos, indo em direção ao nosso foco, o auto-conhecimento.

Através da prática e da meditação, vamos educando o corpo e a mente, e então, este estado de consciência constante vai ficando mais suave e natural. A rotina espiritual se estabelece, e mantemos o foco da nossa atenção - nós mesmos.
Como diria Patthabi Jois "Do your practice and all comming"

Pessoas legais moram longe...



Amiga, você vai estar no coração de todas nós...
Quem sabe na próxima super trip passamos para te buscar e mochilamos somewhere toghether, assim como nos nossos sonhos de adolescente!!
Saudades...

13 de set de 2008

Paixões III

"Eis o melhor e o pior de mim
O meu termômetro, o meu quilate
Vem, cara, me retrate
Não é impossível
Eu não sou difícil de ler


Faça sua parte
Eu sou daqui, eu não sou de Marte
Vem, cara, me repara
Não vê, tá na cara, sou porta bandeira de mim

Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular

Em alguns instantes
Sou pequenina e também gigante
Vem, cara, se declara
O mundo é portátil
Pra quem não tem nada a esconder


Olha minha cara
É só mistério, não tem segredo
Vem cá, não tenha medo
A água é potável
Daqui você pode beber

Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular"


Marisa Monte

12 de set de 2008

Paixões II


Photo by Marza Tozo

... e quando você acorda pela manhã pensando naquela pessoa, levanta vai tomar café, sorrindo sozinha imaginando ele tomando café com vc... toca o telefone e o susto: é Ele! e não é... você fica decepcionada, carinha triste... vai se trocar, coloca um roupa legal e se olhando no espelho fica imaginando ele na sua frente, dizendo: Como você está Linda!!!
O dia vai passando e você continua sonhando acordada, imaginando, sentindo, vivênciando aquela paixão.
De repente vai para casa sozinha, dorme, acorda e tudo continua igual... os mesmos pensamentos, emoções e ele nem sequer sabe o que você sente, o tempo passa.
... ou melhor, inesperadamente você o encontra, assim por acaso, e o simples oi, tudo bem?? beijinhos e tal, faz daquele momento um dos mais inesquecíveis, pernas bambas, coração batendo sem parar, uma vontade absurda de se pendurar no pescoço dele. Mas não, vocês apenas se falam, como amigos, pois ele continua sem saber o que você sente.
... outra, você está apaixonada e isso é fato, decidida, mulher de talento, não importa se é correspondida ou não... vai sofrer igual, é sempre assim... afinal é paixão, não é!! Encontra o amigo dele na rua, pergunta dele, dá uma deixa, pega o contato... sei lá, faz qualquer coisa, mas usa a criatividade e não deixa o amigo ir embora sem a grande notícia: You're in love. Até que vocês se encontram e... a história pega fogo e uma semana depois a paixão acaba.

E se não acabar??
... aí tem aquela paixão que vai se transformando com o tempo, sabe? Vocês se apaixonam, passa uma semana, duas, três... um ano, dois, três... vocês vão e voltam, terminam, reatam, todo mundo chama de 'novela mexicana', rola fofoca, amigos dizem que no final vocês vão acabar juntos, outros são totalmente contra... você chora, sorri, coração aperta de saudade... e de repente... uma mensagem inesperada, você responde toda receptiva, feliz da vida que ele ainda não esqueceu.
Vocês se encontram e o mundo simplesmente pára. Tudo é atemporal, não existem leis, normas, crenças ou credos... não existe nada entre vocês... aquela paixão vai se tornando tão leve e tão intensa, profunda... já não são 2 almas, e sim 1.

Será ainda paixão??
... você nem sabe, nem interessa, vive cada momento como se fosse o único, chora quando sofre, sorri quando está feliz, se entrega quando ele aparece e acima de tudo se orgulha de ter CORAGEM de VIVER uma GRANDE PAIXÃO... pois é isso que você vai levar no coração, momento a momento.

Paixões


"...e, provavelmente não tenha havido um único ser humano que, chegando à idade da razão, não haja dedicado ao tema uma boa quantidade de pensamentos...amor sentimental entre duas pessoas...falar de paixão...não estamos fazendo nada mais que nomear o caos...o apaixonado sai de si mesmo e se perde no outro, ou, melhor dizendo, naquilo que imagina do outro...é uma espécie de sonho que se deteriora em contato com a realidade...a paixão parece sempre exigir sua frustação, a impossibilidade de realização...se nos entregamos a paixão, se o amor louco nos arrebata, é porque graças a ele podemos nos evadir de nossa asfixiante individualidade, dessa prisão do eu que nos condena a nossa própria e solitária morte...amar, ao que parece, significa alienar-se, drogar-se, perder-se, buscar o inatingível, desprezar o possível...a paixão não amadurece e jamais aprende..."*

Quando nos damos conta, lá estamos apaixonados mais uma vez, apenas mudando de cenário!!

*trechos do livro Paixões de Rosa Montero

Pátañjali



Segunda a tradição Hindu, Pátañjali foi a encarnação de Ananta, o rei das serpentes, que supostamente guarda os tesouros ocultos da terra. Ele tem a forma humana na parte superior do corpo, segura uma espada, uma concha (representando a sílaba OM) e um disco (representando o tempo), e está coroado por uma serpente de mil cabeças.
Considerado o Senhor do Subconsiente, não há nada que possamos afirmar acerca de Pátañjali que não seja pura especulação. Supõe-se que ele tenha sido a grande autoridade do Yoga, pois escreveu obras significativas.
O Mahãbhãsya, uma obra clássica a respeito da Gramática e linguagem correta. Sua segunda contribuição foi o livro sobre a Ayurveda, ciência da vida e da saúde, e a terceira e mais importante obra O Yoga Sutra, que trata da evolução mental e espiritual do ser humano.

Atualmente existe um série de traduções e comentários a cerca dos Sutras de Pátañjali, segue dois que recomendo:
1. B.K.S. Iyengar, Luz sobre los YOGA SUTRAS de PÁTAÑJALI.
2. Swami Satyananda Saraswati, Four Chapters on Freedom.

10 de set de 2008

Viva Grande

"Cada segundo em que você não vive a vida de maneira INTENSA, está perdendo uma oportunidade - e o relógio não pára. Para te ajudar a transformar sua vida em algo de que se orgulhar, escolhemos a dedo uma lista de 50 coisas para fazer antes de morrer..."
Assim começava uma matéria de capa da revista Go Outside de 2006.
Imediatamente, peguei papel e caneta... sem ao menos ficar curiosa com o conteúdo das próximas páginas, comecei a escrever a minha própria lista.
Resultado: Incrível a capacidade da nossa mente, ao menos da minha, ela pode me levar a lugares e circuntâncias simplismente inacessíveis, e ao mesmo tempo a desejos tão humildes e sinceros.
Well, a brincadeira deu certo. Vários itens da minha lista batiam com a da revista, alguns eu já havia concretizado, confesso que bem poucos... Mas a brincadeira estava apenas começando.
Remexendo meus arquivos e cadernos na semana passada encontrei novamente esta lista, que até então me parecia esquecida... mas nem tanto.

Item 8. Viajar de Mochilão para Índia
Item 9. Praticar com a família Jois no AYRI em Mysore
Item 21. Vipassana

Respirei profundo e levemente sorri, feliz por estar concretizando mais alguns dos meus sonhos... aqueles que fazem nossa existência realmente fazer sentido... fui procurar a revista novamente, curiosidade... e lá estava ela, Kelly Slater na capa dizendo "FAÇA A VIDA VALER A PENA"

Algumas dicas da Edição:
1. Veja a aurora boreal;
2. Surfe o pico dos sonhos;
3. Faça uma declaração de amor; (Conselho meu, faça 2, 3, 4...)
4. Aprenda a tocar um instrumento;
5. Cultive um jardim;
6. Escale uma montanha;
7. Ame um cachorro;
8. Faça parte de um projeto social;
9. Construa uma casa na árvore;
10. Aprenda a voar;

9 de set de 2008

Mysore Style Photo Book



Imagem do livro MYSORE STYLE PHOTO BOOK
Conheça mais sobre este projeto em www.mysorestyle.com

O Último Romântico

Faltava abandonar a velha escola
Tomar o mundo feito coca-cola
Fazer da minha vida sempre
O meu passeio público
E ao mesmo tempo fazer dela
O meu caminho só
Único

Talvez eu seja
O último romântico
Dos litorais
Desse Oceano Atlântico...

Só falta reunir
A zona norte à zona sul
Iluminar a vida
Já que a morte cai do azul...

Só falta te querer
Te ganhar e te perder
Falta eu acordar
Ser gente grande
Prá poder chorar...

Me dá um beijo, então
Aperta a minha mão
Tolice é viver a vida
Assim, sem aventura...

Deixa ser
Pelo coração
Se é loucura então
Melhor não ter razão...

Lulu

Meditação VIPASSANA

Vipassana, que significa ver as coisas como realmente são, é uma das mais antigas técnicas de meditação da Índia. Foi redescoberta por Buda Gotama há mais de 2500 anos e ensinada por ele como um remédio universal para males universais, ou seja, uma Arte de Viver.

Esta técnica é um caminho de autotransformação que utiliza a auto-observação. Foca a profunda interconexão entre mente e corpo, que pode ser experimentada diretamente pela atenção disciplinada às sensações físicas, que, por sua vez, constituem a vida do corpo e continuamente se interconectam e permitem a vida da mente.

As leis científicas que regulam os pensamentos, sentimentos, julgamentos e sensações se tornam claras. Pela experiência direta, compreende-se a natureza de como se progride ou regride, como se produz ou se liberta do sofrimento. A vida começa a se caracterizar por consciência, libertação de ilusões, autocontrole e paz cada vez maiores.

A técnica é ensinada em retiros de dez dias, durante os quais os participantes seguem o Código de Disciplina recomendado, aprendem os fundamentos do método e praticam o suficiente para experimentar seus resultados benéficos.
Dentro do código de conduta, não estão permitidos nenhuma interação com os demais participantes, incluindo a fala, contato físico e visual, também as demais práticas de Yoga, religiosas, físicas ou movimentos bruscos que possam interferir na harmonia e concentração dos demais.

Em breve estaremos vivenciando esses 10 dias de busca e total entrega, momentos de interiozação, contato mais íntimo com a mente, as sensações do corpo e da ALMA.
http://www.dhamma.org

Khajuraho

"In the Hindu society, sex is neither taboo nor pornography. Sex is sacred. Sex is recognised as human desire, which should be satisfied and which can be used to attain the ultimate goal of enlightment."

The writer is a Mysore-based student of civil engineering

8 de set de 2008

Are you ready??

Meninas, ou mulheres, com o mesmo destino...porém com metas diferentes...para se chegar no mesmíssimo objetivo...moksha!!! Como é bom ser aprendiz!!! Obrigada companheiras!!!

4 de set de 2008

Espelho


Yoga acts as a mirror. Each breath, each movement, reflects to us who we are and how we are moment to moment. We look into the mirror of Yoga and see the places that need support and places that need to open. The postures teach us about ourselves, markes on the map of the soul. They bless us with immediate feedback. As we move deeper into the physical and mystical teachings, we become intrepid explorers mining the terrain of body, mind and soul.

Julie Rappaport
Photo by Govinda Kai

3 de set de 2008

Removendo obstáculos


Começa hoje, dia 3 de setembro a celebração Ganesha Chaturthi, festival que dura 10 dias honrando uma das mais tradicionais deidades Hindus.
A sílaba Ga, representa buddhi, o intelecto. Já a sílaba Na, é vijñana, a sabedoria. Portanto, além de representar o removedor dos obstáculos, Ganesha ou Ganapati, é a deidade que representa o intelecto e a sabedoria.
Em suas imagens, geralmente Ganesha está sobre um pequeno ratinho, confeso que já escutei uma dezena de lendas justificando a presença dele ali, como veículo de transporte de um "quase elefante"... imagina só, um ratinho movendo um super elefante de um lado para outro... parece irônico, mas tem uma explicação para isso.
O rato é símbolo da obscuridade, por se locomover na escuridão e em locais sujos.
Ganesha está sobre ele, pois está acima da obscuridade e da ignorância, sempre representando a sabedoria, o intelecto e claro removendo os obstáculos da nossa vida.

Lembro de uma passagem sobre Ganapati que diz:
"Imponha-me obstáculos para meu crescimento. Retira-os por meu merecimento"

Acredito que os obstáculos constantemente se impõem para que possamos superá-los, que através de atitudes conscientes consigamos extrair coisas positivas, removendo assim as barreiras que nos impedem de caminhar em busca do conhecimento, da liberdade.

2 de set de 2008

Kino Macgregor, uma Inspiração!

Muitas pessoas levam anos e anos se dedicando a alguma arte, filosofia, estilo de vida... enfim, colocando foco e energia em algo específico. Com o passar do tempo, esta dedicação vira hábito, e consequentemente se acostumam com o que parecia ser um desafio ou um objetivo... Começamos a correr 10km, depois de um tempo 15km... vai chegando na meia, depois maratona completa e ai vem a ultra maratona... O mesmo acontece com a prática, começamos com os Suryas, posturas de pé, primeira série, segunda... e por aí vai.
O tamanho da dedicação é que define o tamanho da conquista!!
Nesta jornada de superação, muitos param na metade do caminho por diversos motivos, e um desses motivos pode ser a falta de inspiração naquilo que realmente almejam.
Ao longo do meu caminho no Yoga, poucas pessoas me trouxeram um certo brilho nos olhos... e uma delas é a Kino Macgregor, vale conferir seus vídeos e principalmente seus artigos.
Sabe quando você é criança e alguém te pergunta o que você quer ser quando crescer?? E você simplesmente, sem pensar, apenas responde o nome do seu ídolo.


That's how we would like to be...

Kino Macgregor é uma das poucas mulheres certificadas pela Ashtanga Yoga Research Institute. Ministra workshops de Ashtanga pelo mundo e dirige o Miami Life Center na Flórida www.miamilifecenter.com

&autoplay=1

Mais vídeos incríveis:
http://www.youtube.com/watch?v=ekEVo1FUTVw
http://www.youtube.com/watch?v=4A3nD00Ycw4
http://www.youtube.com/watch?v=R_YkazfJN0I

Práticas da vida...

Lembra quando seu sonho já foi ganhar uma bicicleta? Tá, nem todo mundo teve esse sonho, o meu foi ganhar um patins, mas a grande maioria que eu sei esperaram ansiosamente por uma bicicleta...Mas enfim, o dia tão esperado chega...hohohoh Papai Noel chegou...e você pensa até em dormir abraçadinho com a sua tão esperada bicicleta...Pois é, você pedala tanto, ou patina tanto, que as suas pernas, à noite, pedem socorro. "Manhêê"...e ela vem correndo com uns remedinhos caseiros tipo álcool + sal, super massagens...E nada funciona...É uma dor que vem de dentro... Deve ser uma mistura de estafa muscular com muita emoção, ansiedade e alívio..."Agora já tenho uma bicicleta, qual será meu próximo sonho??" (isso o yoga explica)...Então, estou eu a quase 20 anos após esse sonho realizado, sentindo a mesma dor nas pernas...(só não chamei a minha mãe)...a mesma mistura de cansaço com muita emoção...estou praticando, praticando (yoga) e realizando mais um sonho (viajar)...só agora não sei se a estafa vem antes da emoção ou da realização ou vice versa...só sei que me vejo a noite (e dia tbém) sentindo dores que vem lá dentro com muita emoção...e qual será meu próximo sonho??

Sharath Demonstration

&autoplay=1


Sharath Rangaswami - Co Director of Ashtanga Yogashala in Mysore, Índia. Place where we're going to be practicing for a while...
Conheça mais sobre o método no site oficial http://www.kpjayi.org/

As dualidades da Vida

...Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo...
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos...
Já expulsei pessoas q amava de minha vida, já me arrependi por isso...
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri q eles não existem...
Já amei pessoas q me decepcionaram, já decepcionei pessoas q amaram...
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir...
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi...
Já fingi não dar importância às pessoas q amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto...
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir...
Já acreditei em pessoas q não valiam a pena, já deixei de acreditar nas q realmente valiam...
Já tive crises de riso quando não podia... Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva...
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse...
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar...
Muitas vezes deixei de falar o q penso para agradar uns, outras vezes falei o q não pensava para magoar outros...
Já fingi ser o q não sou para agradar uns, já fingi ser o q não sou para desagradar outros...
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz...
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava...
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade...
Já tive medo do escuro, hoje no escuro 'me acho, me agacho, fico ali'...
Já cai inúmeras vezes achando q não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando q não cairia mais...
Já liguei para quem não queria apenas para ligar para quem realmente queria...
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava...
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo... mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda...
Já chamei pessoas próximas de 'amigo' e descobri q não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim...
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre... Não me mostre o q esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o q não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão...
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes...
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos...

Clarice Lispector