Quem somos

31 de jul de 2009

Worried about time?

everybody's worried about time
but I just keep that shit off my mind
people living on twenty four hour clock
but we're on a ride that never stops
hey mister bee the world change but you remain the same and I
wonder how you'll survive with the environment going down the drain
hey miss dragonfly I see you look at me with your beautiful eyes
you must be wondering what type of creature am I
a dog looked at me and said ziggy why can't we trust man
puss and me get together why can't you all just understand
an old tree stood there silently listening to every word we said
as a tear fell he cried what type of creature is man
I said hey mister tree the world change but you remain the same and
I wonder how you survive with the environment going down the drain
hey miss butterfly I see you look at me with your beautiful eyes
you must be wondering what kind of creature am I
...
but we're on a ride yes we're on a ride we're on a ride that never stops
...
you must be wondering what type of creature am I
you must be wondering what type of creature is man

Dragonfly, Ziggy Marley

Coração Valente


Does your morality just died??


Depois de tanto falar de medo, não apenas no blog, mas no meu dia a dia... chego na banca de revista, leio umas perguntas na capa da revista Vida Simples e imediatamente respondo: VOCÊ TEM CORAGEM?? Tenho!
De saltar de paraquedas? Acho que não!!
Abraçar uma nova carreira? Sim sempre!!
Jogar tudo para o alto por um novo amor? Hmm.. agora acho que sim...
Enfim, fiquei analisando alguns atos de coragem e ao mesmo tempo de covardia nos quais já me submeti ao longo da minha existência. Sem me considerar prepotente, percebi que sou bem ‘atiradinha’, me meto em várias coisas absurdas, chuto o pau da barraca o tempo todo. Já tive um super emprego e larguei; um perfeito namoradão para casar e abandonei; projetos que deixei para trás... mas enfim, tudo sem me arrepender.
Afinal, a máxima de quem tem coragem é ‘melhor me arrepender daquilo que fiz do que daquilo que não tive coragem de fazer!’
Sem me enrolar demais vou deixar no ar algumas perguntas: você está preso há alguma faculdade que não consegue terminar? Tem um relacionamento que considera relativamente ‘bom’ mas não te faz feliz de verdade? Quer que seus pais lhe entendam, mas não se esforça para entendê-los? Quer namorar mas não abre o coração? Pensa em fazer dieta mas não abre mão do chocolate e da cerveja?? Quer viajar mas não compra a passagem nunca?
Se responder sim demais sua moral deve estar abalada e é hora de se libertar.. que tal pular a cerca da coragem e ver o resultado de seus atos de bravura?

Tentar com discernimento e inteligência não vai fazer mal algum!!

Pela primeira vez...

Nossa propaganda saiu em um meio de comunicação oficial!!
Ficamos emocionadas... estava eu lá dando a aula da manhã e a Marza no tapetinho praticando. Saimos da sala, aquele agito da recepção e a Tetê figurona me dá um berro 'você já se viu na revista?' 'Ué, eu não. Aonde?' 'Na Prana Yoga Journal deste mês!'
Peguei a revista e lá estava minha jornada publicadinha... até aí sem grandes sensações até que fui correndo os olhos para o final do texto onde dizia:

"Ana Claudia Lopes é praticante de Ashtanga Vinyasa Yoga e ministra aulas de Mysore em Florianópolis.

Ai, foi tão lindo ver o endereço do blog lá... isso está merecendo uma comemoração, ou melhor, uma nova viagem!!

procurando me libertar


Ultimately we know deeply
that the other side of every fear is
Freedom!
Marilyn Ferguson

E vou continuar vivendo

A Índia dos meus olhos

Realmente nada como o tempo para expandir nossa visão do mundo ou melhor, de nós mesmos.
Um dos temas de aula mais legais que já falei e que com certeza causou mais polêmica foi quando decidi relatar sobre o medo. Na época, há uns dois anos atrás eu me referi ao medo como se ele fosse uma cerca e tudo que tínhamos que fazer era pular e ver o que tinha do outro lado.
Exatamente naquela época eu estava morrendo de medo de tomar uma decisão, que era simplesmente sair do Yogashala e digamos “seguir carreira solo”. Foi uma decisão difícil mesmo de tomar, levei alguns meses e quando tive coragem de fazer foi um ufa, que alívio!!
Dalí em diante descobri que realmente valeria a pena pular a cerca, ou seja, o medo. Com minhas ambições mais aguçadas e sem medo de passar por cima do medo aquele ano foi uma loucura... não parei, nem sei dizer onde realmente morei, mas rodei bastante e fiz muita coisa acontecer. Aos olhos da minha família, que vive dentro dos tradicionais padrões da sociedade eu nada ganhei com aquilo tudo, entretanto, eu sei o quanto eu me beneficiei daquele ano, como diria Pablo Neruda “CONFESSO QUE VIVI”.
Mas enfim, voltando para o medo...
Estava eu na Índia e lá vem ele me infernizar de novo... ai que medo de voltar, de rodar o mundo, de ficar com o pop star, medo disso e daquilo. E aquele outro lado de mim repetindo 'pula cerca e vê o que tem do outro lado vamos lá, está com medo do quê, do desconhecido??'
Eureka!! Mais uma descoberta... até então eu sabia que o medo era uma cerca e agora eu sabia o que vinha depois da cerca que me dava tanto medo: O DESCONHECIDO! Bom, agora era apenas lidar confortavelmente com esta idéia, pois o único jeito de saber do desconhecido é ir conhecê-lo.
Me enchi de coragem e fui em frente, pulei tudo que podia e fui metendo a cara, sem medo de fracassar, muito menos de ser feliz... e putz, foi tão bom que CONFESSO VIVI MUITO MAIS!
Agora, pela terceira vez olha só quem está aqui dentro de mim de novo... ele mesmo: o medo!!!
Bom que não demorei muito para entender o que ele queria dizer: Querida, pula a cerca e te liberta é só para isso que eu venho, exatamente para te mostrar que onde está seu medo é para onde você deve ir, e para onde você deve ir é simplesmente o caminho que irá te libertar.
Um ensinamento de cada vez e então agente chega lá...
Happiness & Freedom!!

Hunter

Floripa by Marza Tozo

"Wants to be a hunter again
Wants to see the world alone again
To take a chance on life again
So let me go
So let me go, let me live, let me go"

"Quer ser uma caçadora novamente
Quer ver o mundo sozinha de novo
Para se arriscar mais uma vez na vida
Então, me deixe ir
Então, me deixe ir, me deixe viver, me deixe ir"

Dido

30 de jul de 2009

Novos alvos


Enquanto a Marza afirma que não pensa só naquilo eu persisto em pensar só nisso - quero dizer em outras coisas, claro... agente pratica, toma café, cerveja e vinho, dá risada, desabafa, a conversa é sempre a mesma e termina nos mesmos sonhos e planos.
Hoje, encontrando a direção dos meus pensamentos, sorridente de dentro para fora, ouço essa música. Que incrível identificação... será um sinal?? Universo se manifestando?

Sempre chega um dia na vida

Chove um outro ponto de vista

Outra porta, outra esquina

Pra me encontrar

Por mais que eu perceba as saídas

Dúvidas são sempre bem-vindas

Estou esperando notícias

De outro lugar

Cansei de olhar espelhos de agora

Vou mirar novos alvos, me solta

Tempo que escorre agora e eu vou, eu vou

Cansei de olhar espelhos

Quero um olhar inteiro e vou

De outro lugar me vejo

Por outra saída eu vou

Quem viver verá meus sonhos

Mudando todos os planos

E voltando pro mesmo lugar

Mart´nália / Ana Costa / Zélia Duncan

29 de jul de 2009

Não, eu não penso só naquilo...


...mas sou obrigada a falar de sexo novamente, quer dizer não ele propriamente dito, mas a sua consequência...o orgasmo...
Abro minha caixa de email lotada, e começo a abrir um por um, louca para chegar no último, já que eu uso esse email para fins "comerciais" (aquelas newsletters e empresas que vendem sua mala direta e coisa e tal)...e finalmente chego no útlimo email: era de uma empresa de cartões virtuais e ela me aconselhava a enviar um cartão para quem pudesse interessar já que sexta-feira, dia 31 de julho, é o Dia do Orgasmo...putz, nunca imaginei que orgasmo tivesse dia comemorativo, não que ele não mereça, mas vou usar o chavão de que todo dia é Dia do Orgasmo...até aí eu não precisa fazer uma postagem sobre isso, até eu entrar na homepage do Yahoo e ler a seguinte notícia: Creme à base de sêmen promete rejuvenescimento facial...acho que não preciso fazer nenhum comentário pertinente ao assunto, certo?! O que vai ter de gente por aí fingindo fantasias e se vestindo de Cleopatra não vai ser brincadeira...Pra quem não sabe esse creme foi inspirado por "uma antiga tradição egípcia, conhecida como Papiro de Ebers (primeiro tratado médico egípcio conhecido)". Ah e tem mais, quem for usar vai ter que checar as fases da Lua antes de aplicar o creme "de textura espessa e cor branca". Bom, se você quiser ficar linda para um evento especial, pode passar o creme antes da maquiagem já que "o cosmético assume função de lifting imediato, o chamado 'efeito cinderela', ideal para esticar a pele e, assim, suavizar rugas por um determinado período de tempo. O efeito dura cerca de 12 horas." hahahaha
Mas enfim, não pude deixar de lembrar do livro que li chamado Tantric Sex, onde orgasmos e ejaculações são "proibidos"...como ficaria a produção dos cremes se todo mundo se rendesse ao sexo Tântrico?? Não seria o problema, ainda restariam os cremes a base de ouro, prata, chocolate, ácidos e risadas, é claro.
Mas deixa eu aproveitar pra falar um pouco mais do sexo tântrico, que suas teorias podem valer para todos os momentos de nossa vida e não só no sexo:
* discover the journey of sex and forget about the end part
* Tantra offers an orgasm that is a state and not an event. It is interested in being orgasmic, rather than having  an orgasm. One is timeless and the other the fewest of seconds.
Ou seja, o desejo pelo orgasmo, faz com que forçamos uma tensão que nos tira do aqui e agora, e nos leva em direção a um clímax artificial criado por um foco no futuro.
Ou seja, a vontade enlouquecedora de satisfazer nossos desejos, nos tiram do eixo do presente, e fazem com que sejamos felizes e satisfeitos apenas quando realizamos estes desejos no futuro, gerando uma emoção que dura apenas segundos...

Enfim, seja como for desejo a todos um Feliz Dia do Orgasmo!!! E que ele seja antingido de corpo e alma, e não apenas para satisfazer ninguém, inclusive o nosso querido ego. Que ele demore pra acontecer e seja eterno enquanto dure!!!

-reportagem do creme na íntrega: http://yahoo.minhavida.com.br/materia.vxlpub?codmateria=5532&materia=5532&utm_source=yahoo_dest&t=Creme+à+base+de+sêmen+promete+rejuvenescimento+facial
-quem quiser ler o livro: Tantric Sex - A Unique Guide to Love and Sexual Fulfilment de Diana Richardson www.newagebooksindia.com

Cruz Credo

Exaustivamente ansiosa; essa é a definição dos meus sentimentos ontem.
Acordei fui dar aula e até aí tudo bem, super conectada com minhas responsabilidades, voltei para casa, subi no meu tapetinho e lá pelo meio da série a cabeça começou a girar. Turbinou tudo – pensamento, palavra e ação em todas as direções – ai que confusão.
Pensei em parar a prática na metade, mas me dei conta que seria talvez ainda pior... me agüentei e finalizei até a última postura – ufa, missão cumprida. Mas como fica o coração que ainda queria saltar de tanta aflição??
Não fica... apenas observo a cada palpitação e incansavelmente me questiono de onde vem tanta ansiedade. Sinto como se estive no lugar errado na hora certa ou quem sabe o oposto lugar certo hora errada.. ai sei lá! Tudo que sei e percebo é a grande desconexão entre essa pessoa que escreve e o lugar com a qual ela se encontra agora.
Simplesmente não quero fazer nada, ir a nenhum lugar, conhecer ou me interessar por coisa alguma... Um amigo de Mysore me escreveu depois de muito tempo perguntando “Been looking for love in all the wrong places? Outstanding!” (procurando por amor em lugares errados? Exelente!!) Acho que ele coloca as postagem no google translator para me fazer essa pergunta tão certeira.
Então pensei, como assim exelente... estou completamente obcecada por um lugar, claro lugar este que todos já devem saber San Francisco, apaixonada mesmo, amor antigo tão antigo que até cansa, porém assumo que é gostoso de sentir.
Mas faço o quê agora? CRUZ CREDO, procuro um astrólogo, psquiatra ou agente de viagem?
Meus profundos pensamentos talvez me responderiam ‘mantenha a prática, conecta de uma vez por todas pensamento, palavra e ação – segue com eles na mesma direção e faça o que deve ser feito, vai em busca dos seus sonhos, daquilo que você deve e quer fazer agora e nada mais... assim tão super simples, nada complexo!
Vai aí uma musiquinha para acalmar...
Te deixo um abraço ,um beijo e um mapa
O argumento do livro e o desenho da capa
Uma intenção ilícita
Uma página não escrita
Um presente pro futuro
Numa caixa bem bonita
Sangue do meu sangue
Calor da nossa pele
Um segredo bem guardado
Até que o filme se revele
Um coração mutante
Um vulcão protagonista
Que esquenta o oceano
Em busca de conquista
É sempre a saudade
O que mais pesa na bagagem
E ela só se acomoda no destino da viagem...
Pierre Aderne & Dadi
P.S. Essa postagem foi meramente um desabafo, estou bem melhor agora que acordei... apenas um novo dia. E também mencionar o uso da expressão CRUZ CREDO que tanto me fez rir no sábado a noite!

26 de jul de 2009

Ô lá em casa...

Quem não dá assistência
abre espaço para a concorrência!!!
Estava pesquisando alguns blogs que foram bem sucedidos, entre eles estava o 'desassitidas.blogspot.com' , logo que abri a página e dei de cara com o Slogan das meninas a rádio mandou uma versão baladinha dessa canção abaixo dos Beatles, imediatamente relacionei uma coisa com a outra...
Assim como as Little Crazy as Desassistidas também são 2 meninas - e assim como as Desassistidas as Little Crazy também querem publicar seu blog. Essa postagem é 'digamos assim' uma homenagem a elas... ou melhor, a todas nós!
You're going to lose that girl
If you don't take her out tonight
She's going to change her mind
And I will take her out tonight
And I will treat her kind
You're going to lose that girl
If you don't treat her right, my friend
You're going to find her gone
'Cause I will treat her right and then
You'll be the lonely one
You're going to lose that girl
I'll make a point of taking her away from you
Yeah, the way you treat her, what else can I do
You're going to lose that girl

Lennon & McCartney

Para que serve o batom mesmo?!


Diálogo entre uma Humana da Terra e uma Turista Espacial de um planeta muito evoluído que veio visitar a Terra:

- O jantar está pronto, se quiser. (Humana da Terra)
- Obrigada, passarei no hospital para me recarregar. (Turista Espacial-seu alimento é abraçar bebês)
- Ah, sim!
- Posso lhe pedir algo?
- Sim, o quê?
- Desculpe, posso ver o que tem na sua bolsa?
- Na bolsa? Claro.
- Obrigada. Pergunto-me o que há de verdade.
- Não há problema.
Segurando um chaveiro, a Turista Espacial afirma: - Isso é para abrir as casas.
Segurando um batom, ela pergunta: - E isto, o que é?
- Batom. - diz a Humana da Terra
- Para que serve?
- Para colocar nos lábios, assim. - diz a Humana da Terra passando o batom.
- Nos lábios, é um remédio?
- Não, é para ficar bonita.
- Não diga.
- Para ficar sexy.
- Sexy?
- Para agradar.
- A quem?
- A todo mundo.
- Deve ser difícil!
- Para ser amada.
- Certo, é um tipo de remédio para que todos a amem?
- Não, não exatamente.
- Se não colocar, ninguém a amará?
- Sim, mas...(silêncio)...é difícil de explicar...
- O que foi que disse? Deixei-lhe triste?
- Não é nada. - emociona-se a Humana
- E isto?
- São fotos...o Max, meus pais, as crianças.
- São os que ama?
Ainda emocionada a Humana da Terra concorda com a cabeça.
- E porque não usam batom???

Diálogo do filme La Belle Verte, dirigido e protagonizado por Coline Serreau (1996)

25 de jul de 2009

Para embalar o find...

By Marza Tozo
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá

Quando a gente tá contente
Tanto faz o quente, tanto faz o frio, tanto faz
Que eu me esqueça do meu compromisso
Com isso ou aquilo que aconteceu dez minutos atrás
Dez minutos atrás de uma idéia já deu
Pra uma teia de aranha crescer e prender
Sua vida na cadeia do pensamento
Que de um momento pro outro começa a doer

Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá

Quando a gente tá contente
Gente é gente (gato é gato!)
Barata pode ser um barato total
Tudo que você disser deve fazer bem
Nada que você comer deve fazer mal
Quando a gente tá contente
Nem pensar que está contente
Nem pensar que está contente a gente quer
Nem pensar a gente quer, a gente quer
A gente quer, a gente quer é viver
(Gal Costa e Nação Zumbi)

23 de jul de 2009

Room to grow

If you're gonna live
then live it up
and if you're gonna give
then give it up
if you're gonna walk the earth
then walk it proud
and if you're gonna say the word
you got to say it loud
you got to fight for your mind
while you got the time
you got to fight for your mind
if you're gonna build a house
make it a home
if you're gonna pull some weight
pull your own
if you're gonna help
reach out your hand
if you're getting up
then take a standy...

if you're gonna step
step on in
if you're gonna finish
you got to begin
don't you fear
what you don't know
just let that be
your room to grow

you got to fight for your mind
you got to fight for your mind
while you got the time
you got to fight for your mind
Ben Harper

22 de jul de 2009

Yogis have better sex...

... study finds.
Fonte: The Journal of Sexual Medicine



Hoje pela manhã recebi um email em inglês me dizendo que adoraria falar português só para entender a postagem abaixo... como eu estava de saída com hora marcada no salão, basicamente ignorei o comentário.
Estava eu lá me torturando naquela básica sessão de depilação... tentando me distrair com a revista “boa forma” e suas super dicas para ter um corpo perfeito igualzinha as gostosas da televisão, quando uma nota em destaque me chamou a atenção.
Uma publicação oficial do The Journal of Sexual Medicine aponta mais um benefício da prática de Yoga...
"O Yoga estimula as glândulas o que melhora a lubrificação vaginal e acentua a produção de hormônios. Ainda relaxa o corpo e deixe você mais sensível ao toque o que torna o sexo muito melhor... além disso, a prática aumenta os níveis de excitação e mais orgasmos".


Talvez publicações como estas sejam responsáveis pelo entusiasmo extra de alguns homens ao verem mulheres praticando Yoga... O fato é que a prática traz realmente muitos beneficios, e neste caso, a fantasia faz parte - eu acho.

Porém, reproduzindo o fala da Marza - ainda na postagem anterior - cada um com seus problemas... e eu continuo com minha prática, suada, descabelada, espremida e feliz.

21 de jul de 2009

Sex tips...


Esses dias sem querer querendo fui ler uma reportagem básica sobre "sex tips". Mais especificamente, o texto era sobre as surpresas e fantasias que os homens mais gostam relacionado a sexo, claro (novidade!). Digo sem querer pois apareceu na tela do meu computador assim que eu abri meu antigo MSN, e querendo pois cliquei (de propósito) em cima do título do texto. Para a insatisfação da minha curiosidade, não havia muita novidade não. Nada que eu já não tivesse lido em alguma revista Nova ou Claudia, ou nos primórdios da minha adolescência, a revista Capricho. Mas achei um relato que ainda era desconhecido para mim: o cara dizia ficar muito empolgado depois de assistir uma mulher fazendo aula de yoga. Infelizmente não achei mais o texto, mas por suas palavras, ver uma mulher em posturas de yoga realmente o deixava pronto para algo mais...
Não que eu não ache lindo certas posturas, em que você está firme, consciente, atraente para o mundo. Mas fiquei me imaginando ao final da aula, toda descabelada e tentando certas posturas difíceis, que ainda não consigo finalizar, suando e fazendo cara de esforço, tentando fazer cara de serena...e me perguntei...será que continuo sexy assim??
Acho que sim, quer dizer, vai depender se o cara não estava se referindo somente àquelas posturas em que há abertura total de pernas e coisas do gênero, e sim à intenção e intensidade de se estar em uma sala de yoga.
Claro que folheando meu pequeno Kama Sutra que eu trouxe da Índia eu constato que realmente se faz necessário muito yoga nessa vida para completar certas posturas, quero dizer posições...ele mesmo recomenda em muitas páginas: "This is learnt by practice only." Ler um Kama Sutra e depois assistir uma aula de yoga pode realmente ficar bem sexy, talvez...
Enfim, cada um com seus "problemas"...vou tentar descobrir se eu realmente fico sexy tentando fazer um Garba Pindasana ou algo parecido...

19 de jul de 2009

Constatação do dia!!

E não é que o amor é lindo mesmo?!

love, love.. & freedom

Te amo viu!!!
Desse seu jeito, descuidado, bagunçado e cheio de conflitos...
Amo esse estar e não estar... a promessa de que nunca será...
e quanto mais longe estamos, amo mais...
A imaturidade, a falta de entrega...
o sentimento que não sabe se é....
Liberdade de ser sua e muito mais minha,
de ser de ninguém ou ser de quem eu quero ser... as dualidades
De saber que você não é meu... e que bom!!
Este é o encanto, o desafio...

Amo mesmo, exatamente do jeitinho que é ou não é...
E lá no fundo acredito que realmente amo, pois é leve,
suave, algumas poucas vezes dói gostoso,
e outras muitas vezes nem dói.

talvez um dia, em outro momento, em alguma vida...
vc saiba o que estou falando...
de simplesmente liberdade, amar é ser livre
e a sabedoria está no conviver... aqui assumo minha fragilidade.
Mas te amo mesmo assim!!
Ana Claudia Lopes

Where is your mind now?

So WHY do we always want something that is NOT available now? Why do we long for someone from our past? Why do we wait for that person in our future? Why do we long for some things to be finished? Why are we so NOT present? When I'm with my yoga friends, I miss my party friends. When I'm with my party friends, I wonder if I will miss my yoga practice the next morning. My social mind just can't be happy with who it is with!
When I'm in Mexico, I wish I could eat a yummy Masala Dosa from India. After a week of Masala Dosas in India, I don't eat one again for weeks. After a month of Indian food in India, I wish I had a bunch of deliciously green Hass avocados for a bowl of guacamole. Or a nice green arugula salad with fresh parmesan cheese. My culinary mind just cant be happy eating where it is!
When I was learning Primary Series, I couldn't wait to get to Second Series. Same during Second Series, wanting to get to Third Series. After Advanced Series, I just wanted to practice Primary Series. My Asana Mind can't be happy with the pose it is practicing!
When I am feeling stressed, overwhelmed or off-center, the overactive mind longs to meditate. When I am meditating, the under active mind drifts to the things it wants to be doing. My over/under active mind just can't seem to make up its... MIND!
STOP!!!!!!!!!!
LIVE fully with what you've got... NOW... or LEAVE!
LIVE In each moment now... or LEAVE!
Because this is all you have. This is all any of us have. NOTHING that has already happened is here now. NOTHING that may come in the future is here now. EVERYTHING always happens in THIS moment. And it is only in this moment that we can experience it... enjoy it... love it... or hate it.
I invite you to try to truly LIVE this awareness. First you must acknowledge your patterns, as above. Then, you can call yourself on them when they sneak up on you.
When your friends invite you to a party and you say yes. Go to the party, dance, drink, sing, socialize and PARTY! And don't think about your yoga practice the next morning. Surrender to the Party Vibe. The practice will be there tomorrow... or it wont.
When you decide to practice yoga instead of going with your friends to the beach, DO your practice! Don't fantasize about the beach and what you will miss. Go to the beach later or the next day... or not.
Allow your Mind to do only one thing at a time. Allow your Body to do only one yoga pose at a time. When the Mind is active, allow it to get things done. When you are meditating, Disconnect from the Mind.
If you are at a Pizza party, be a Pizza Lover! Don't wish you were eating soup or salad.

Sinceramente, não que eu já não soubesse disso tudo... mas uma mente teimosa precisa ler mil vezes a mesma história para, pelo menos, 'tentar' se acalmar. Esse texto recebi junto com o mailing do Michael Gannon... quando trouxe ele para Florianópolis para ministar um workshop de final de semana eu estava completamente perdida na minha prática e digo ainda, na minha 'vidinha de yoga', sendo breve e sem medir o peso das palavras ele disse tudo que eu 'deveria ouvir' no momento. Thank you... wans't really sweet, but was the truth and worked!!

18 de jul de 2009

caminho do meio

Too young to hold on
too old to just break free and run...
Deve haver um equilírio... at least I hope!!

Hallelujah

I lost myself on a cool damp night
I Gave myself in that misty light
Was hypnotized by a strange delight
Under a lilac tree I made wine from the lilac tree
Put my heart in its recipe It makes me see what
I want to see and be what I want to be
When I think more than I want to think I do things
I never should do I drink much more than I ought to drink
Because it brings me back you...
Jeff Buckley

Turista Espacial!!



Há uns anos atrás uma amiga, que por sinal sumiu do mapa, me apresentou este filme "LA BELLE VERTE". Que incrível... fiquei tão apaixonada que projetei no Yogashala e fiz o maior auê... ironico ele novamente circulando na minha vida exatamente neste momento de confusão, tomada de decisões, mudanças e tudo mais - exatamente como me sentia naquela época.
lembrei do filme quando ainda estava em SF, tentei comprá-lo lá mas não encontrei. Curiosa, minha Blogmate adquiriu assim que chegou no Brasil. Vamos assistir hj... can't wait to see it again!!
Só que desta vez vou tentar entender a relação do filme com a bagunça da minha mente.

16 de jul de 2009

Como voltar?

Tento fazer
Desse lugar o meu lugar
Ao menos por enquanto
Enquanto isso durar

O que me separa de você agora
Um avião
Um oceano
Outros planos
E muitos enganos
Por enquanto
Espero e vou vivendo
Apenas fantasio
Meus dias aqui

É, e isso é verdadeiro
Me troco, me arrojo
Ao menos por enquanto
Enquanto isso durar

Me diz como voltar...

Zélia Duncan
Pic's: pôr do sol na Beira Mar em Floripa

Acho que estou...

janela de meu refúgio
...com transtorno bipolar...
um dia estou bem, no outro também...já no outro não estou tão bem assim...
tipo cheia de ups e downs...bem me quer, mal me quer...assim tá quente, assim tá frio...
weak and strong...cheia de energia, depois com preguiça...barulhenta, quieta...as vezes tudo parece fácil, as vezes nem tão difícil assim...e por aí eu sigo...just observing...

15 de jul de 2009

Respostas de Rama


Quando estávamos na Índia, no auge dos momentos mais desesperadores eu comprei um oráculo... concentração total, cada uma tirou sua carta, leu e refletiu sobre a resposta... nem lembro mais o que perguntei, mas lembro que a interpretação ajudou a acalmar o meu coração.
Ao longo da viagem, usei o oráculo por duas vezes... voltei para o Brasil e larguei em um canto qualquer. Neste final de semana, eu e minha blogmate, bebíamos uma cervejinha enquanto traçávamos um plano para o próximo destino, quando lembrei do oráculo.

BREAKTHROUGH, assim se chamava a minha carta. Quer dizer um avanço, grande descoberta, um grande passo. A indicação da carta dizia o seguinte: ‘complete preparation for a great struggle, wich will be successful’ - completa preparação para um grande perrengue/luta no qual será bem sucedido.
Vou focar na palavra sucesso e como uma adolescente, inconseqüente ou não, vou lá realizar mais um super sonho!!!

NEW BIRTH, essa é a carta da Marza. Significa o renascimento. Na indicação dizia: ‘honor the feminine. Generally auspicious, but of a preliminary nature’ – honrar o feminino (ninguém segura ela agora), geralmente auspiosa, mas com uma natureza preliminar.

Sei lá se o oráculo ajudou, mas me diverti com ele... as vezes essas brincadeiras expandem nossa visão e trazem novas possibilidades, talvez novos destinos... e com certeza vou considerar as indicações.

Aqueles velhos padrões...

... ou seriam preconceitos??

Estou tentando aqui organizar algumas idéias para relacionar uma coisa com a outra e também contar algo mais sobre meu namorico virtual – que, aliás, nem sei como está.
Bom, nosso último contato foi na sexta passada, algumas horas antes dele embarcar em uma viagem de férias... ontem a noite cheguei em casa, abri o facebook e lá estavam algumas fotos postadas por ele. Até ai tudo bem, fui olhando uma por uma quando dei de cara com um prato de carne ‘sangrando’ bem mal passada – aih segundo capítulo – passamos de karate kit & brasileira para carnívoro & vegetariana.
Bom, como explicar o que senti na hora... sei lá. Imaginei ele comendo aquele pedaço de carne de avestruz, como estava na descrição da foto e em seguida me dando um beijo. Hum, não deu... lembrei que em uma das nossas conversas eu falei que era vegetariana, ele levou um susto e disse que eu não poderia ter um ‘defeito’ pior.

Estava cansada, fui dormir e desencanei de tudo... hoje sai para treinar, atravessando a praia do Campeche pela areia presenciei o café da manhã de alguns urubus, o cheiro denunciava a carniça de longe. Quando cheguei perto virei para olhar e eles estavam destruindo dois pingüins mortos na areia... fixei o olhar em um deles e vi o pedaço da carne sangrando na boca – ui, tão parecido com aquele prato que vi no dia anterior... meu estômago deu voltas, respirei fundo tentando tirar as imagens da minha mente.

Correndo para casa e me sentindo a mais fresca de todas fiquei analizando as possibilidades e o quanto isso tudo pode representar um obstáculo num relacionamento... mas uma vez pensei no beijo e definitivamente não sei se sou capaz – haja amor, vai saber né!!
Depois fiquei pensando, será que aquela foto era para me provocar, me espantar ou não tem nada haver comigo...
(Recomendo o documentário A CARNE É FRACA produzido pelo Instituto Nina Rosa... acho que eles conseguem expressar melhor meus sentimentos).

14 de jul de 2009

Me achei a sábia!!

Os tolos e os fanáticos estão sempre seguros de si, mas os sábios são cheios de dúvidas.*

*Minha sorte de hoje do Orkut...???

Albany Bulb by Me

13 de jul de 2009

nothing really matters



Is this the real life?
Is this just fantasy?
Caught in a landslide
No escape from reality
Open your eyes
Look up to the skies and see

I'm just a poor boy, I need no sympathy
Because I'm easy come, easy go
A little high, little low
Anyway the wind blows, doesn't really matter to me, to me

Mama, just killed a man
Put a gun against his head
Pulled my trigger, now he's dead
Mama, life had just begun
But now I've gone and thrown it all away
Mama, ooo
Didn't mean to make you cry
If I'm not back again this time tomorrow
Carry on, carry on, as if nothing really matters

Too late, my time has come
Sends shivers down my spine
Body's aching all the time
Goodbye everybody - I've got to go
Gotta leave you all behind and face the truth

Mama, ooo - (anyway the wind blows)
I don't want to die
I sometimes wish I'd never been born at all

I see a little silhouetto of a man
Scaramouch, scaramouch will you do the fandango
Thunderbolt and lightning - very very frightening me
Gallileo, Gallileo,
Gallileo, Gallileo,
Gallileo Figaro - magnifico

But I'm just a poor boy and nobody loves me
He's just a poor boy from a poor family
Spare him his life from this monstrosity
Easy come easy go - will you let me go
Bismillah! No - we will not let you go - let him go
Bismillah! We will not let you go - let him go
Bismillah! We will not let you go - let me go
Will not let you go - let me go (never)
Never let you go - let me go
Never let me go - ooo
No, no, no, no, no, no, no -
Oh mama mia, mama mia, mama mia let me go
Beelzebub has a devil put aside for me
for me
for me

So you think you can stone me and spit in my eye
So you think you can love me and leave me to die
Oh baby - can't do this to me baby
Just gotta get out - just gotta get right outta here

Ooh yeah, ooh yeah
Nothing really matters
Anyone can see
Nothing really matters - nothing really matters to me

Anyway the wind blows...

11 de jul de 2009

I just realized...

Que este blog, possa estar me apoiando a viver mais...tudo que acontece em minha vida agora - seja o próximo passo, o próximo sofrimento, as próximas trevas, as próximas aventuras, as próximas alegrias, as próximas vivências - está conectado de certa forma com este blog...ou faço ele como lei da atração para que as coisas aconteçam ou faço as coisas acontecerem para que o blog aconteça...comentando isso com minha "blogmate"...ela diz:
-meu é verdade
agente esta vivendo o blog
como fez o jack kerouak e seus amigos
sairam para viver o livro on the road

Seja lá o que for, achei essa frase desse autor, que como nós talvez, "abriu o coração (...) para contar o máximo dos segredos da sua própria mente”:

"Eu só confio nas pessoas loucas, aquelas que são loucas pra viver, loucas para falar, loucas para serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo, que nunca bocejam ou dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam, como fabulosas velas amarelas romanas explodindo como aranhas através das estrelas" Jack Kerouac

By Marza Tozo

10 de jul de 2009

Jan Svankmajer

No dia em que fui apresentada ao Volcano, experimentei Jan Svankmajer e nunca mais esqueci...nesse dia, tinha combinado de sair com algumas amigas, mas desisti na hora que fiquei cara a cara com esses dois elementos...não que eu não prefira muitas vezes um filme do que uma night, mas esse dia foi especial...só faltou um snack que o dono da casa nunca ofereceu...apenas seu sofá italiano...Assisti os curtas "Dimensions of a dialogue" e "Food"...na minha opinião sobre o vídeo abaixo:
* o melhor é o "passionate discourse"
* o mais engraçado é o "factual conversation"
* o mais bizarro é o "exhaustive discussion"

Santinha do pau quase oco

Já passamos por tantas fases neste blog... algumas viagens físicas outras mentais, sentimentos foram expostos sem muito pudor e bem sinceros.
Parece que agora o momento é falar de amor – encontros e desencontros – corações plenos, vazios e também despedaçados... poderia me poupar de tanta exposição, mas prefiro contar tudo.. e simplesmente desabafar.
Não posso negar a minha atração por branquelos, adoro – o fato de ter feito uma viagem de 40 dias para os EUA me deixou um tanto quanto excited, pois saiba que encontraria vários por lá. Na primeira semana joguei a idéia para o Universo ‘se eu tiver que me apaixonar que seja na última semana – assim posso curtir todos os meus amigos e tudo mais – e não me apego tanto, fica mais fácil de dar tchau’.
Pedido atendido, fiquei sozinha e quietinha até a última quinta-feira que antecedia nossa despedida na segunda. Fomos parar no Cat Club – uma balada 80’s. Andando de uma pista para outra dou de cara com um loiro quase gigante vestido de Karate Kid.. haha não me agüentei e dei risada na cara dele. Não sei se ele não gostou ou gostou da minha risada, mas me tirou para dançar na mesma hora... Dalí em diante foi só Love, logo já rolou o primeiro beijo e na hora de ir embora aquele convite, ou teria sido uma ordem ‘vamos para minha casa’.
Eu, como sempre pagando de santinha, disse que não, claro. Está louco eu vou para casa de um desconhecido – no f. way – porém entre muitos argumentos, chops, vontade de viver 1000 vezes mais e quebrar paradigmas: OK, LET'S GO - EU ACEITO.
Aih fiquei tão nervosa, apesar dos 30 aninhos eu nunca havia feito algo do gênero. Ele parecia confortável com a situação – tipo, mas uma desconhecida que ele estaria levando para casa. Só não sabia ele que aquela era a minha ‘primeira aventura sexual com um desconhecido’.
Bom, abandonei meus padrões, minha amiga Marza e os medos de viver um amor com ‘prazo de validade’. Ficamos juntos até meu último momento em San Francisco... sem grandes promessas, combinamos apenas de manter contato, trocamos emails e that’s all.
No dia e hora marcada ele me mandou o primeiro email, em seguida eu respondi e assim logo ele já respondeu e nosso namorico virtual foi ficando intenso – rolou verdades e mentiras, conselhos, mal entendidos, brincadeiras, brigas e nada de promessas ou expectativas futuras...
Ontem eu acordei e não tinha nenhum email dele na minha caixa – coração imediatamente apertou, não sei se gosto dele, mas gosto dos nossos emails... não sei se vou revê-lo (espero que sim), mas adorei conhecê-lo...
Ao contrário de ontem, hoje lá estava o email dele na minha caixa, ufa... corrido, busy talvez... mas com uma frase que vale apena citar aqui: what doesn't kill us will only make us stronger, right?
E isso é tudo sobre nós dois até agora, a brasileira e o karate kid... assim que houverem novos capítulos eu conto mais.
Essa música é primeiramente uma homenagem ao Cat Club de quinta-feira, música dos anos 80 não dá para não dançar. E como não poderia deixar de ser a super identificação da letra com meus sentimentos... espero - sem expectativas - que ele não se esqueça de mim.


Won't you come see about me?
I'll be alone, dancing you know it baby
Tell me your troubles and doubts
Giving me everything inside and out and
Love's strange so real in the dark
Think of the tender things that we were working on
Slow change may pull us apart
When the light gets into your heart, baby
Don't You Forget About Me
Don't Don't Don't Don't
Don't You Forget About Me
Will you stand above me?
Look my way, never love me
Rain keeps falling, rain keeps falling
Down, down, down
Will you recognise me?
Call my name or walk on by
Rain keeps falling, rain keeps falling
Down, down, down, down
Hey, hey, hey, hey
Ohhhh.....
Don't you try to pretend
It's my feeling we'll win in the end
I won't harm you or touch your defenses
Vanity and security
Don't you forget about me
I'll be alone, dancing you know it baby
Going to take you apart
I'll put us back together at heart, baby
Don't You Forget About Me
Don't Don't Don't Don't
Don't You Forget About Me
As you walk on by
Will you call my name?
As you walk on by
Will you call my name?
When you walk away
Simple Minds, Don't you (forget about me)

9 de jul de 2009

me identifiquei...

Kaka se escondendo de indianos tarados em um trem na Índia "pra viver mil vezes mais"
By MarzaTozo

Maio
já está no final
O que somos nós afinal
se já não nos vemos mais
Estamos longe demais
longe demais
Maio
já está no final
É hora de se mover
prá viver mil vezes mais
Esqueça os meses
esqueça os seus finais
esqueça os finais
Eu preciso de alguém
sem o qual eu passe mal
sem o qual eu não seja ninguém
eu preciso de alguém
Paula Toller / George Israel

Porque será mesmo que eu me identifiquei tanto... talvez porque maio tenha sido intenso, ou simplesmente por ser hora de se mover.. para viver mil vezes mais..

Mentirosa ou perdida??


Das duas uma...
Estava relendo as postagens anteriores e a primeira reação foi me sentir uma tremenda mentirosa, citando que estava bem o tempo todo.
Tentando digerir esta obscura descrição sobre eu mesma... pensei “devo estar mesmo bem perdida”. Ai, e agora... Alguém me viu por ai?? Nem imagino onde devo estar, porém posso muito bem imaginar onde gostaria realmente de estar – de corpo e alma, presente e consciente!!
Mas enfim, não é lá que estou... mas não devo estar em nenhum lugar, talvez espalhada por ai... nem tão mentirosa por assumir, mas completamente perdida por não saber.
Consigo enrolar e bagunçar até as postagens... leio e releio, fico em dúvida se posto ou não posto, salvo e as vezes deleto o arquivo... mudo de página, olho para o nada, fico pensando... prefiro sair para correr - a endorfina é uma boa fuga.
De fato, agora não nego, não estou assim tão bem. Perdida ou encontrada não consigo me direcionar... não chego em Floripa de vez mas também não decido embarcar de volta.
Segunda amanheceu um dia chuvoso, achei aquilo tão lindo... a melodia da chuva, o ruído do vento... se até a natureza tem seu ‘dark side’ porque eu também não haveria de ter o meu??
Vou esperar, quem sabe me acalmar e tentar curtir a bagunça da indecisão ou o medo da escolha já feita.

Hey
California waiting
Every little thing's gotta be just right
Say
While you're tryin' to save me
I Can't I get back my lonely life

I'm goin' so fast that I can't slow down
It's hard to get up when you're spinnin' round and round
I'd tell you the news but nothin's changed
I'd sing you a song but they blew it away
All wrapped up in this stupid ass game

Hey
California waiting
Every little thing's gotta be just right
Say
While you're tryin' to save me
I Can't I get back my lonely life
California Waiting, Kings of Leon

8 de jul de 2009

Lado B está intenso...

Essas viagens que mexem tanto com a gente!!
Fui pra San Francisco pra começar uma história de amor, em 2002...Vou novamente em 2009 pra dar um tempo nesse grande amor, que durou exatos 7 anos...
Eu nasci em Curitiba e devido ao trabalho do meu pai, mudamos de cidade algumas vezes (talvez aqui tenha nascido essa vontade louca de mudar o tempo todo). Quando morei em Joinville, minha família tinha uma casa de praia em Barra Velha, onde fiz muitos amigos e meu irmão também. Como nós sempre temos um melhor amigo, o do meu irmão foi esse menino de Curitiba que hoje mora no Chile. Consequentemente minha mãe ficou amiga da mãe desse amigo do meu irmão, ufa...
Por volta de uns 7 ou 8 anos mais tarde, quando minha família já morava em Floripa e não precisávamos mais frequentar a praia de Barra Velha, que progresso por sinal, minha mãe retornou a essa prainha ao sul de Joinville para passear e relembrar os velhos tempos em que passamos muitas férias a fio. Nessa época eu já "transformava" a minha vida em San Francisco. Por ironia do destino e pelo o que está escrito nas estrelas, minha mãe reencontrou a mãe daquele menino que já não era mais muito amigo do meu irmão numa sorveteria que ainda existia no mesmo lugar:
- Oi, tudo bem? Quanto tempo! pipipi, popopó...
E chega o assunto principal entre mães: filhos:
- Minha filha está morando nos Estados Unidos.
- É mesmo, que legal, em que cidade?
- San Francisco
- Nossa, minha vizinha (em Curitiba) tem dois filhos que moram lá e pipipi, popopó...
Lá vem minha mãe pelo telefone: "liga pra esses meninos, a fulana disse que são lindos e muito educados." E a pressão continuou por algum tempo, mas eu não ia ligar. Não porque eu ache que a mulher não possa tomar certas iniciativas, mas realmente não estava nessa pilha. Até que um dia esses meninos me ligaram e saímos muitas vezes como amigos. Até que no dia de 4th July - dia da independência dos States, beijei um deles pela primeira vez e nunca mais nos separamos até o 4th July desse 2009, ano em que eu volto para SF "matar saudades"...ou quem sabe fechar e abrir novos ciclos...se eu não sei, quem vai saber?!
Foi uma história linda, como todas de amor verdadeiro, aprendi muito, gostei muito, ri muito, curti muito, respeitei muito, gozei muito...amei muito...
Vou agora ficar no aguardo do destino pra ver se ele nos coloca frente a frente mais uma vez, como encaixe da última peça de um quebra cabeça...
Quem vai entender os processos dessa menina, se nem ela mesma entende todas as razões para essa história de amor não durar para sempre...

There are places I remember all my life,
Though some have changed,
Some forever, not for better,
Some have gone and some remain.

All these places had their moments
With lovers and friends I still can recall.
Some are dead and some are living.
In my life I've loved them all.

But of all these friends and lovers,
There is no one compares with you,
And these memories lose their meaning
When I think of love as something new.

Though I know I'll never lose affection
For people and things that went before,
I know I'll often stop and think about them,
In my life I'll love you more.

* Sou feliz por você fazer parte das melhores páginas do livro da minha vida!!

7 de jul de 2009

Better World


There's a place in your heart
And I know that it is love
And this place could be much
Brighter than tomorrow.
And if you really try
You'll find there's no need to cry
In this place you'll feel
There's no hurt or sorrow.
There are ways to get there
If you care enough for the living
Make a little space, make a better place.

Heal the world
Make it a better place
For you and for me and the entire human race
There are people dying
If you care enough for the living
Make a better place for You and for me.

If you want to know why
There's a love that cannot lie
Love is strong It only cares for joyful giving.
If we try we shall see
In this bliss we cannot feel
Fear or dread
We stop existing and start living
Then it feels that always
Love's enough for us growing
Make a better world, make a better world.
And the dream we would conceived in
Will reveal a joyful face
And the world we once believed in
Will shine again in grace
Then why do we keep strangling life
Wound this earth, crucify it's soul
Though it's plain to see, this world is heavenly
Be God's glow.
We could fly so high
Let our spirits never die
In my heart I feel
You are all my brothers
Create a world with no fear
Together we'll cry happy tears
See the nations turn
Their swords into plowshares
We could really get there
If you cared enough for the living
Make a little space to make a better place.
There are people dying if you care enough for the living
Make a better place for you and for me.
There are people dying if you care enough for the living
Make a better place for you and for me.
You and for me
Make a better place
Heal the world we live in
Save it for our children
Heal the world we live in


Michael Jackson, Heal the World.

6 de jul de 2009

xixi no chuveiro...

By Marza Tozo

Quando estudava Turismo e Hotelaria, cursei uma matéria chamada Hotelaria, of course. E numa dessas aulas, onde tínhamos que aprender a arrumar camas e saber como se dá o processo de limpeza de banheiros (é isso mesmo que temos que aprender na faculdade??), a professora comentou:
- Porque tem gente que não tem educação mesmo, faz xixi no chuveiro, pipipi popopó, por isso tem que limpar bem o ralo, pipipi popopó...
E nesse dia pensei, aih quase sempre faço xixi no chuveiro, sou uma pecadora!!
Até que eu faço um curso de meditação Vipassana, onde sou ensinada que tudo está sempre em movimento, tudo está sempre mudando nessa vida...e agora minha professora vai ter que mudar seu discurso, por uma questão mais que moral, uma questão ambiental...
Fazer xixi no banho ajuda a preservar o meio ambiente, segundo a ONG SOS Mata Atlântica, pois é capaz de economizar 12 litros de água por dia...e além do mais 95% do xixi é composto por água e desce rapidinho pelo ralo...
Claro, há controvérsias, muita gente diz que não vai adiantar nada, mas talvez seja pelo tabu do conceito ou porque isso não é nenhuma novidade, todo mundo já fazia xixi no banho, sei lá...o que você acha?? Para tirar dúvidas acesse:

http://www.xixinobanho.org.br/

ou se você quiser fazer mais ainda pelo meio ambiente acesse
http://www.coconobanho.blogspot.com/

e viva a criatividade humana!!!

5 de jul de 2009

Foco!!


If you look at how

you spend your time,

what would you say

the focus of your life is??

Começou tudo de novo... aquele básico padrão de sair nadando, pedalando e correndo para liberar endorfina e gastar bastante energia - agora também com os novos brinquedinhos, rollerblade e stand up paddle. Praticar esporte e Yoga, traz conciência e determinação... que de alguma maneira nos ensina a estabelecer foco, superar barreiras e alcançar nossos objetivos. Nessas horas não dá para ficar sem!!

Black Swan

There are no strangers here,
only friends that you haven't yet met.
Willian Butler Yeats

Sábado a noite, procurando algum lugar interessante para ir... definitivamente John Bull está fora do roteiro por hora... pensamos, por que não tentar o THE BLACK SWAN - afinal tem todo aquele charme gringo para ajudar a acalmar o coração.

4 de jul de 2009

Mantra


'May today there be peace within.

May you trust that you are exactly where you are meant to be.

May you not forget the infinite possibilities that are born of faith in yourself and others.

May you use the gifts that you have received, and pass on the love that has been given to you.

May you be content with yourself just the way you are.

Let this knowledge settle into your bones,

and allow your soul the freedom, dance, praise and love.

It is there for each and every one of us.'

Foto: Priscila, Jay e Lucas.

Medo??

Esta semana esqueci que tenho um blog... ainda estava me sentindo off line da própria realidade, completamente longe do presente fiquei tentando me encontrar, entre novas idéias, destinos, sentimentos aflorando, emails e algumas pequenas conversas fiquei envolvida com as verdades e mentiras de ser quem sou e realmente penso que sou e acabei não escrevendo nada. Estava com medo...
Sábado à tarde pensei que talvez fosse uma boa oportunidade de discorrer algumas palavras na tentativa de anunciar que o próximo destino já foi escolhido... assim feito, meu coração surtado da monotonia do lar deu pulos de alegria e eu sai do casulo!!
Chega de depressão pós San Francisco, pronto, acabou e estou bem, voltei a sorrir. Claro, processos e mais processos para digerir, valores para rever e reconceituar mas estou melhorando a cada dia. Sábio Patthabi Jois “Do your practice and all is coming” não poderia existir verdade maior.
Agora é agitar o presente em busca do futuro... começar tudo de novo com ou sem medo, guardar dinheiro, segurar a adrenalina e ver o quanto o Universo conspira na realização de mais um sonho.

What you are afraid to do is a clear indicator

of the next thing you need to do.

3 de jul de 2009

foto, fotos, fotoss

Papo de hoje: fotografia está na moda! Assim como várias coisas nessa vida, entram e saem e voltam para a moda, a fotografia está na moda...como não estaria se até de celular se tira fotos e até na Internet se pode publicar em questão de segundos...fotografia está na moda...Mas como gosto de estudar e voltei a estudar fotografia, vou trazer umas coisinhas que descubro nesse mundinho de vez em quando...

"This is the PEN Story in stop motion. We shot 60.000 pictures, developed 9.600 prints and shot over 1.800 pictures again. No post production! Thanks to all the stop motion artists who inspired us." 

2 de jul de 2009

happy new year

Marza By Pri Soares, The Albany Bulb

Hope that you had a good 2005, the beauty of the life is that the future is wide open with possibilities, especially in a place like the USA, a country that has to offer the best and worst in the world, and you get to pick and choose. My teacher once told me “thinking well is wise, planning well is wiser, but doing well is wisest”.
I had a few of downs and lots of ups, in 2005, I’m not letting the downs take much of 2006 but for sure I’m taking all the ups to inspire me to move up and forward in my personal level first and foremost, although, in 2005 I was opened for new idea but in 2006 I’ll be looking for them.
The appreciation of hangover was my first lesson to learn on the 1st of the year of 2006- if it was a good thing then every jackass will be doing it. Now that said, I hope that 2006 brings you closer to your dreams, and brings joy and happiness to you and your loved ones, and always remember that happiness is not a gift or a privilege it’s a CHOICE.

Já que hoje é dia 01 de julho – literalmente a metade do ano… considero um momento bem adequado para rever projetos, planos e sonhos, principalmente aqueles que fizemos na virada do ano quando pulamos as sete ondinhas e comemos romã e sementes de uva verde.
Estava organizando minha caixa de email e encontrei esta linda mensagem enviada na virada de 2005 para 2006 de um grande amigo de San Francisco, Bashar Haddadin. Suas palavras foram super adequadas para este momento da minha vida, inspiradoras e realistas.

I hope you enjoy it!!

Come as you are...

... normal or not!!!
Senti falta de alguém na postagem abaixo, acho que Kurtin Cobain merece uma só para ele!!
What else should I be?
All apologies...
What else could I write?
I don't have the right...
In the sun, in the sun
I feel as one
In the sun, in the sun
Married, buried
I wish I was like you easily amused
Find my nest of salt, everything is my fault
I'll take all the blame, aqua seafoam shame
Sunburn, freezerburn, choking on the ashes of her enemy
In the sun, in the sun I feel as one
In the sun, in the sun...
in all is all we are
All in all is all we are
All in all is all we are